Hipertexto – Origem

“Já leu e respondeu a algum e-mail? Leu alguma matéria num jornal online?

Fez compras por meio de um site?

PARABÉNS

Você é mais um entre bilhões que todos os dias acessam de vários lugares ,vários hipertextos sobre os mais diferentes assuntos e para os mais diversos propósitos!”

 

 

Uma virada em 360º graus

Desde 1991 o número de adeptos á Internet vem crescendo de maneira alastrante, um dos principais personagens dessa revolução chama-se Tim Berners-Lee que deu uma virada em 360º graus no que já conhecemos hoje.

O leque de opções surpreendente que esse mundo oferece é imenso, pois navegar de uma página para outra, em qualquer lugar do mundo, a qualquer hora do dia tornou-se uma coisa fácil, simplesmente resolvido através de um só clique do mouse.

Tim entra na história como o terceiro pesquisador por criar o que hoje chamamos de WWW (Word Wide Web), um sistema de hipermídia que interliga e compartilha imagens e texto em formato digital executados pela Internet.

Mas essa idéia revolucionária de unir o hipertexto e a internet não originou-se nessa época, o hipertexto é creditado a outros dois pioneiros nesse meio. O Primeiro, ao pesquisador norte-americano Vannevar Bush que em 1945 ofereceu uma proposta de hipermídia que apostava na idéia de que o conhecimento poderia ser somado e guardado em um único lugar além de serem acessados rapidamente quando solicitados, foi o que ele chamou de MEMEX.


Após a proposta de Bush nada de noticioso surgiu no campo do hipertexto que revoluciona-se o conceito e que tivesse aplicação na prática. Mas vale mencionar outros projetos que tiveram alguma importância histórica.

▪ Em meados de 1962 ao ler um artigo de uma revista que intitulava-se “Como poderemos pensar ” (As we may think), da autoria de Vannevar Bush, Doug Engelbart fascinou-se e começou a desenvolver o Augment (Ampliar)  – um projeto que visava melhorar a capacidade e produtividade humana no computador e contrair as informações mostradas de acordo com as necessidades de cada usuário .

▪ Junto com uma equipe de 45 pessoas desenvolveram também um sistema chamado NLS (On-line System) que incluía correios eletrônicos, mouse, conferências e varias janelas.

Três anos mais tarde foi a vez do pesquisador Theodor Holm Nelson conhecido como Ted Nelson, o segundo da nossa listinha, a apresentar um outro projeto que propunha uma imensa rede acessível em tempo real, contendo todos as obras literárias e científicas do planeta que a este, deu nome de XANADU.

O projeto de Ted tinha como diferencial novos processos de registro, transporte e distribuição prenunciados por Bush, mas com conexões baseadas no principio do hipertexto universal, ou seja, qualquer um poderia localizar no XANADU documentos, e escolher assim seu próprio caminho através de um meio eletrônico.

Ted Nelson inspirado na concepção de Vannevar Bush foi quem chegou mais perto do termo hipertexto ao contrário do que todos pensam em relação  ao projeto de  Tim(1991)–WWW.

O fato é que Tim Berners-Lee (1991) foi responsável por tirar do papel e idealizar as duas idéias apresentadas por Vannevar Bush (1945) e Ted Nelson (1965), claro que aprimorou a seu gosto, mas foi o requinte necessário para que o mundo pudesse conhecer e desfrutar do que hoje é a Internet permitindo assim aos usuários uma maior versatilidade..

Trabalho apresentado à disciplina SHF – PUCSP

Referências Bibliográficas :http:// http://www.wikipedia.com/

http://edutec.net/Textos/Self/hypertxt/Hypertext.htm

Livro: A revolução da linguagem

Anúncios

Sobre Pipotica

"Cada um tem de mim exatamente o que cativou." Ver todos os artigos de Pipotica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: